Eduardo Batarda

1943-

 

Pintor português, Eduardo Manuel Batarda Fernandes nasceu em 1943, em Coimbra. Estudou pintura em Lisboa e posteriormente em Londres. A sua primeira obra pictórica explora temáticas ligadas a temas eróticos, interpretados com espírito sarcástico, apontando para a crítica social. A polémica e contestação que os seus trabalhos, expostos na Sociedade Nacional de Belas-Artes em Lisboa em 1966, causam constituem o ponto de partida da sua carreira profissional. Participa depois em outras mostras coletivas, provocando novamente algumas reações negativas, como as exposições "Novas Iconologias", realizada na Galeria Bucholz, em 1967 e "O Erotismo na Arte Moderna Portuguesa", em 1977.
A sua obra mais marcante, neste período, é composta por desenhos coloridos, de grande densidade figurativa, que, influenciados pela banda desenhada, apresentam um carácter vincado de sátira social, como o revela o desenho aguarelado "Que Nem Uma Seta", realizado em 1975.
Posteriormente distingue-se uma inflecção na sua produção artística, que passa a apresentar-se contrária ao figurativismo das primeiras obras e aborda a pintura através da exploração das suas qualidades expressivas e plásticas. Estes trabalhos, de carácter abstratizante, onde as referências ao mundo real estão extremamente diluídas, exploram o tema da linha, enquanto expressão de movimento, como ponto de partida para a criação de imagens que procuram sugerir espacialidades indefinidas e que exprimem complexos jogos de tensões, recusando os valores sensoriais cromáticos pela fixação em algumas tonalidades dominantes. Exemplo destes trabalhos, realizados na década de oitenta, é a pintura "Néctar", datada de 1984.
Eduardo Batarda é também docente na Escola Superior de Belas Artes do Porto.

 

Eduardo Batarda. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2014. [Consult. 2014-06-17].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/$eduardo-batarda>.
Vera Lúcia